O amigo do Softsub

Olá, pessoal!

Decidi escrever mais um tutorial aqui para salvar a pátria dos fansubs que são adeptos do sistema de legendas SoftSub. Sei que existe este tutorial escrito por várias pessoas, mas decidi escrever aqui também para ajudar aqueles que são n00bs inexperientes.

Atualmente, vemos que os fansubs estão fazendo muito lançamento em softsub e, claro, um leve aumento nas populares “v2” para corrigir algo na legenda, só que não é necessariamente “obrigado” a upar o release inteiro novamente, sendo que o encode é o mesmo, e o que está de diferente mesmo é a legenda:/

É um “desperdício digital” enorme que pode ser resolvido com apenas míseros kilobytes e paciência de quem o pratica, obviamente =D

Sabendo que adicionando fontes e a legenda em si no .mkv e você queira fazer tal “v2” para corrigir algo ou adicionar algo a mais (como uma fonte que esqueceu ou algo do tipo), como havia dito, você não precisa upar novamente o .mkv para que todos baixem o mesmo encode. Basta você fazer um patch para o arquivo.

Por definição, um patch (literalmente, “remendo”) é um “programa” criado para atualizar ou corrigir um software. (Vide WikiPedia).

Em se tratando de fansubbing, fazemos um patch para aplicar uma “atualização” na primeira versão do .mkv. Como o encode será praticamente o mesmo (na teoria, os mesmos bytes iniciais), o que estará de diferente será apenas a legenda e/ou alguma fonte que, por ventura, você esqueceu (teoricamente, os bytes finais).

Certo, depois de entender a teoria, quais programas são necessários para fazermos tal patch?

Irei retratar o uso dos patchs com 2 programas: XDelta e DF SDK.

O uso do XDelta é via linha de comando, enquanto o DF SDK é por meio de GUI (Interface Gráfica).

No meu exemplo, usarei o episódio 12 de Digimon Tamers daqui da TokuPlanet. Adicionei 2 fontes aleatórias a mais só para entendermos o funcionamento de ambos os programas e, também, para analisarmos se tudo ocorrerá bem.

Começaremos com o DF SDK. O processo de criação do patch é feita da seguinte maneira:

Aguarde o processo de checagem de ambos os arquivos para que o programa gere o patch (Dependendo do seu pc, poderá demorar um pouquinho hehehe).

Ao terminar, ele informará as observações da comparação e da criação do patch. Veja a tela do DF SDK de como ficará após gerar:

No nosso exemplo, o patch ficou com míseros 41,2kb.

Agora, irei demonstrar o mesmo processo com o programa XDelta:

Explicando o que foi feito, eu usei a seguinte sintaxe:

-> Xdeltablablabla.exe –e –s Original.mkv Modificado.mkv nome-do-patch.delta

O patch foi gerado. Neste meu exemplo, seu tamanho ficou 51.6kb.

Ambos relativamente pequenos, não? hehehe

Uow, que foda. Agora ensine-nos a aplicar o patch para gerar o arquivo final!

Certo, vamos com o DF SDK:

Aguarde o processo de aplicação do patch, e pronto, novo arquivo gerado.

Agora vamos fazer o mesmo com o XDelta:

Explicando o passo final, eu usei a seguinte sintaxe:

-> Xdeltablablabla.exe –d –s Original.mkv nome-do-patch.delta NOVO.mkv

Para quem está vendo este tutorial pela primeira vez e que nunca tentou isso na vida, realmente fica impressionado, mas você(s) fica(m) questionando se este processo é 100% seguro, pois digo que é sim. Veja as duas comparações a seguir (Com o uso do DF SDK e com o XDelta, respectivamente):

Calculando o MD5 do arquivo original que você muxou com o MKVToolNix, você percebe que é exatamente igual ao das comparações hehehe.

Excelente tutorial, mas por que eu deveria usar isso então?

Além da praticidade de upar um mísero patch, você não terá trabalho de deixar os queridos leechers apreciadores de animes/tokusatsu putos da vida para ter que baixar o seu arquivo inteiro mais uma vez.

Um ótimo exemplo atualmente é vermos certos “uploaders” (Evitarei de citar fansubber para gerar briga à toa) pegarem os encodes dos fansubbers gringos e apenas extraírem a sua legenda para traduzirem, usando até mesmo as mesmas fontes, sem alterar em praticamente nada o encode original, e por fim, upa o “mesmo” arquivo. No meu ver, acho isso uma tremenda perda de tempo. O(s) uploader(s) poderia(m) simplesmente criar um lindo “patch” e anunciá-lo em seu site, seguido deste mesmo tutorial para ensinar o  querido leecher apreciador de anime/tokusatsu a ser(em) mais esperto(s), sem fazer com que ele(s) baixe(m) tudo de novo.

Inclui também o seu fansub, querido uploader. Você é adepto ao sistema softsub e cometeu um erro? Ao invés de demuxar a legenda, corrigí-la e ter que upar o .mkv de novo, faça um patch e auncie-no! Muito mais simples e menos problemático para os  queridos leechers adoradores de animes/tokusatsu, não acha? hehehe

Então, para animes em Hardsub não funcionaria, correto?

Sim, pois o fansub que é adepto ao hardsub teria que encodar novamente, “mudando” o tamanho em bytes do arquivo, fazendo assim, que o CRC/MD5 final seja completamente diferente do antigo release. Se você for realizar um teste com os 2 programas, você notará que o patch terá quase o mesmo tamanho do encode novo, logo, é notável que é perda de tempo upar tal patch. Bem mais fácil reupar o novo encode.

Enfim, espero que gostem e apreciem o tutorial.

Se quer copiar este tutorial para seu site/blog, fique à vontade, mas acho que não custa nada nos dar o devido crédito, não é?^^’

11 comentários sobre “O amigo do Softsub

  1. Acredite se quiser, xdelta pode ser usado pra hardsub sim, DESDE, que vc faça as MESMAS configs de encode, o tamanho vai ficar maior, certeza, mas nada impede de criar.

    xdelta é um patch bdiff, ou seja, feito pra editar qualquer arquivo binário, eu mesmo já usei ele pra editar uma parte do video que eu tinha feito cagada (encodei titulo do epi errado iuhaeuhae) e funcionou perfeitamente, (claro que só reencodei o trecho errado, e juntei tudo com mmg)

    enfim, depende de quanto alterar, vc pode fazer sem medo, incluindo hardsub.

    outra coisa é que como o xdelta é por linha de comando, e certamente quase ngm vai ter ele no PC, vc pode criar um .bat da vida, pré configurado pra pessoa só extrair, dar 2 cliques nele e ele gerar o novo arquivo!

  2. Pingback: Xdelta « Sephs

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s